sábado, 20 de agosto de 2011

Fotos seqüenciais de restauração em veículo amassado.

                À seguir fotos e um pequeno descritivo, de um trabalho de restauração feito em um gol “quadrado”.


 passo a passo gol e audi 016  A primeira foto mostra amassado na coluna do této, de difícil acesso.


passo a passo gol e audi 017  Já a segunda, amassado “aberto” em porta, mais fácil de restaurar, pois o local é mais acessível, e pode-se usar ferramentas de dentro pra fora.


passo a passo gol e audi 018  Esta mostra amassado “fechado”, ou seja sem acesso algum.



passo a passo gol e audi 051    Aqui, nesta foto o amassado foi rebatido e o lixamento foi feito dentro e nas bordas da área afetada .


 passo a passo gol e audi 052  Nesta foto, uma outra técnica de desamassamento, após o alinhamento, os afundados foram repuxados com auxilio de parafusos, como foi detalhado na página "Amassados: Técnicas e procedimentos".

 passo a passo gol e audi 056  Amassado repuxado com a mesma técnica dita acima.


 passo a passo gol e audi 058  O trabalho evolui para o masseamento.


 passo a passo gol e audi 059  passo a passo gol e audi 066   Lixamento com a definição das formas originais.

 passo a passo gol e audi 001  passo a passo gol e audi 002  Aqui a funilaria esta encerrada, começa o processo de pintura.


 passo a passo gol e audi 004  passo a passo gol e audi 009  A correção dos riscos mais profundos com massa rápida.


 passo a passo gol e audi 011  passo a passo gol e audi 012 O lixamento com lixa de número 150, à seco.


 passo a passo gol e audi 014  passo a passo gol e audi 017 Aplicação de primer para selar a massa.

 passo a passo gol e audi 018  passo a passo gol e audi 019 Aplicação de base, preparando o caminho para a tinta definitiva.


 passo a passo gol e audi 020  passo a passo gol e audi 024 A aplicação da tinta, controlada do começo ao fim.


 passo a passo gol e audi 029  passo a passo gol e audi 030 A homogeneização do trabalho, efeito ”degradê”.


 passo a passo gol e audi 031 Logo após a aplicação do verniz, o desempapelamento.


 passo a passo gol e audi 036  passo a passo gol e audi 034 Primeira etapa do polimento, lixar com 1200.


  passo a passo gol e audi 040 Falta pouco! Polimento com máquina politriz…


  passo a passo gol e audi 046 Este serviço foi completado em cinco dias, com apenas um profissional trabalhando, qualquer dúvida na consecução deste trabalho, estou a sua disposição. Até a próxima postagem, tchau!

20 comentários:

Parlita disse...

Muito legal o seu Blog... conteúdo interessante e inteligente, espero que muitas pessoas acessem e sigam.
Muita Sorte!

Wilson disse...

obrigado!

Anônimo disse...

e isso ai wilson gostei da forma que demonstrou seu lindo trabalho parabens SAMIRA

Uberlan B. disse...

Poderia colocar aqui muitas frases de efeito copiadas dos outros para exprimir a minha satisfação, Porém como não possuo talento para criar a minha própria frase, só vou agradecer pelo seu empenho em passar conhecimento.
Uberlan

jorge espinosa disse...

exelente a sua dica

marcos antonio disse...

Bom trabalho cara e boa sorte em tudo! Abçs!

Wilson Guttler disse...

Muito obrigado Marcos! Desejo o mesmo para você...Abraços!

Anônimo disse...

otimo seu blog irmao,preciso pintar um gol quadrado,eu mesmo vo faze a pintura.lataria ta otima,e so pintura mesmo gostaria de algumas dicas de material.abraço.

Wilson Guttler disse...

Obrigado pela visita e elogio! Para as dicas sobre o material na pintura do seu Gol, é preciso saber se ele é de cor lisa ou metálica e se será pintado inteiro ou não, me diga por e-mail ou aqui mesmo que eu respondo. Abraço!

otto faria disse...

Muito bom seu trabalho. Depois teria como postar algumas dicas para micro-pintura em cores claras e metálicas, que são as menos recomendadas? É possível realizar esse serviço em pinturas claras e metálicas com um resultado satisfatório?

Wilson Guttler disse...

Sim Otto, minha próxima postagem será sobre micro-retoque em poliéster metálico e a cor do carro é o prata bari da Fiat. Obrigado pela visita!

Leka 2013 DF disse...

Olá! Em primeiro lugar, Parabéns pelo seu trabalho.
Bom, tenho um voyage 2012 prata. E encostei no portão, daí descascou questão de 1cm no para choque. tem como reparar isso sem ter que pintar a peça inteira? E qual o método usado? É micro pintura ou o que?
Espero sua resposta, e desde já agradeço!

Wilson Guttler disse...

Olá Leka! Sim, um dano pequeno como este que vc cita pode ser retocado e chamamos de "micro retoque", inclusive tenho uma postagem sobre os micro retoques. Obrigado pela visita!

Leka 2013 DF disse...

Muito obrigado pelo esclarecimento, e mais uma vez parabéns pelo trabalho!
Sucesso e qlq dúvida entro em contato.
Um abraço.

Unknown disse...

Olá !
Estou com um projeto de restaurar um Uno Turbo 95/96. A caixa de ar está com amassado no ponto de apoio do cavalete. Pode passar um dica de como desamassar.
Desculpe a pergunta pois sempre tive o sonho de reformar ele.Estou estudando funilaria.

Obrigado
Wesley

Wilson Guttler disse...

Bem Wesley, amassados como este são resolvidos com recorte. Estude o amassado e defina aonde cortar. Sempre procure trabalhar a menor área possível. Ao soldar o recorte use preferencialmente uma solda tipo mig (para não destemperar as partes internas sem acesso para o tratamento anti-ferrugem).

Anônimo disse...

Antes de mais nada agradeço pelos ensinamentos técnico que vem nos proporcionando, tem sido de grande valia e essa atitude faz de vc. um mestre, grato!... Deaculpe minha ignorancia no assunto, talves vc. já tenha até postado sobre esse tema, mas eu não encontrei, gostaria de saber o que é o polimento de aderencia, e por que deve ser aplicado nos arredores de um retoque?

Wilson Guttler disse...

Olá! O polimento de aderência é um cuidado que tomamos ao fazer os retoques, serve para promover a aderência nas áreas de fusão do retoque, onde ocorrerá o nivelamento do mesmo. Trata-se de polir com massa a base de água a peça ou as partes não lixadas ao redor do retoque. Fica mais eficiente se antes de iniciarmos o retoque aplicarmos thinner puro sobre as áreas já polidas. Serve para ajudar a fixar a película de fusão.

Anônimo disse...

Olá Wilson Guttler,não sou profissional da area, mas vendo as suas dicas resolvi me aventurar em dois pequenos raspados no parachoque do meu palio prata bari...porém, não fui muito feliz na tentativa, primeiro porque a base poliester que comprei ja preparada dá uma pequena diferença no tom, puxando para mais claro, e em segundo ficou uma sombra escura nos contornos da pintura, sem o veniz e piorou depois do verniz aplicado...gostaria se possível que me orientasse onde eu errei e que devo fazer para resolver isso.
Agradeço, e quero parabeniza-lo pelos ensinamentos tecnicos, muito bom!

Wilson Guttler disse...

Manchas escuras nas pinturas metálicas estão quase sempre associadas com passadas muito carregadas de tinta. Os retoques em metálico, principalmente em prata ficam mais fáceis quando feitos em duas etapas distintas: na primeira etapa efetuamos a cobertura do fundo e na segunda etapa, a homogeneização da pintura, até esconder o retoque, ou seja aplicamos passadas leves e abertas (empoeiradas) até que não se perceba mais o retoque. Certos de que o retoque não esta mais visível é só envernizar e pronto. Boa sorte nos retoques e continue tentando, pois só com a pratica é possível realizar retoques perfeitos.